Conteúdo de marca: o futuro da publicidade?

Conteúdo de marca: o futuro da publicidade?

Você já ouviu falar de Branded Content, ou em bom português, Conteúdo de marca? É provável que sim, dado que vem sendo uma das grandes apostas das marcas para se destacarem e construirem relacionamentos com os clientes nas redes.

Para entendermos de onde vem, é importante pensarmos em como a publicidade vem se modificando em um mundo cada vez mais consumer-driven, onde os consumidores têm muito mais autonomia na hora de escolher o que consomem. Não faz tanto tempo, o consumo de conteúdo era em um formato mais passivo: sentava-se em frente da TV, do jornal ou do rádio e consumia o que estava ali. Podia-se sempre mudar de canal, virar a página ou trocar a estação, mas as opções eram consideravelmente limitadas. Hoje, temos uma infinidade de opções e o consumidor não quer mais perder um minuto sequer esperando para consumir o que tem vontade – vemos isso na alta da cultura on-demand e das plataformas de streaming.

E onde as marcas se encaixam nisso? Ainda temos os anúncios e tráfego pago nas redes, que são bem relevantes, mas uma estratégia surge (apesar de não ser necessariamente nova) para fazer com que os consumidores busquem ativamente conteúdo que seja relacionado com a sua marca: o Branded Content, ou conteúdo de marca.

O que é conteúdo de marca?

Basicamente, é o tipo de conteúdo que é relevante para sua marca e para o consumidor sem fazer propaganda direta de nenhum produto. É uma estratégia de produzir conteúdo que o consumidor vai buscar ativamente porque traz algum valor para ele, e não simplesmente consumir porque passou em sua timeline.

Pode ser nos mais variados formatos, artigos, podcasts, vídeos, cartilhas… O importante é que seja um bom conteúdo, direcionado para o seu público e que agregue valor. As palavras-chave do conteúdo de marca são informação e entretenimento.

Por que conteúdo de marca é importante?

Como falamos, a publicidade e comunicação têm mudado rapidamente, bem como o comportamento do consumidor. É importante acompanhar. Não temos mais tanto espaço para uma publicidade “forçada”, como era antigamente, e o branded content chega para propor um novo jeito de pensar essa interação entre marca e consumidor.

E hoje em dia é mais importante do que nunca conseguir construir uma relação forte e duradoura com seus consumidores. É importante construir uma conexão que leve à criação de comunidades em torno da sua marca, para que aqueles que consomem se sintam pertencentes e ligados à ela. Por isso, oferecer conteúdo que leve entretenimento e informação é tão boa pedida.

Como investir no conteúdo de marca?

Para começar, é importante observar como as grandes marcas estão investindo nesta área. Grandes empresas como Dove, Natura, 99, investem em parcerias para produzir conteúdos relevantes para o seu público. Mas a estratégia não está restrita aos grandes players, longe disso! É interessante observar como as empresas referência do seu nicho estão fazendo este movimento para pensar em como adaptá-lo para sua realidade.

Por exemplo, se você tem uma marca de roupas de exercício, o seu público-alvo é, em geral, composto de pessoas ativas, que se interessam por assuntos de saúde (lembrando que é importante delimitar ainda mais este alvo, pensando na persona, mas a título de exemplo cabe ser mais generalista). Como produzir conteúdo que vai agregar na vida dessas pessoas? Pode-se pensar, por exemplo, em parcerias com nutricionistas da região para produzir artigos, podcasts ou outros materiais que serão informativos, úteis e também trarão entretenimento para este público. A ideia não é fazer uma propaganda tradicional, do tipo “compre meu produto porque é bom”, mas sim “aprenda mais sobre isso que te interessa” e, se o conteúdo for bom, as pessoas vão querer mais e irão se fidelizar à marca.

Quer saber mais?

Veja as principais tendências no Marketing para 2021
Saiba como utilizar uma das mais importantes redes sociais do momento no seu negócio

Saiba mais sobre o mercado consumidor

6 maio 2021