Vídeos virais são tendências da comunicação digital

Os chamados vídeos virais estão entre as ações de marketing que mais crescem nas redes sociais. Você não sabe o que é isso e nem nunca ouviu falar? Saiba que, provavelmente, você já deve ter assistido sim a um desses vídeos ou, pelo menos, ter visto algum em sua timeline do Facebook e nem percebeu. Os vídeos virais são aqueles que adquirem alto poder de circulação na Internet, alcançando grande popularidade e se tornando um fenômeno típico das redes sociais.

O sucesso dos vídeos virais está no compartilhamento dos mesmos funcionando da seguinte forma: o vídeo é lançado na rede e é compartilhado por um amigo. Você assiste ao vídeo, que deve possuir teor interessante, curioso ou engraçado, e por achar bem legal acaba compartilhando e até enviando para outros amigos e, assim, o contágio passa a diante. Dessa forma, a mensagem se espalha na rede espontaneamente e, quando você menos espera, centenas, milhares, milhões de pessoas já assistiram o vídeo.

Na maior parte das vezes, essas gravações possuem teor publicitário, mas isso acaba passando despercebido pelos espectadores internautas. O marketing explora as redes sociais com a divulgação desse tipo de vídeo, causando realmente uma epidemia. Daí vem o nome viral fazendo referência à capacidade que essa mensagem tem de se espalhar rapidamente e tomar grandes proporções.

Esse tipo de publicidade digital, em geral, dá certo, pois seu compartilhamento é natural, porém seu conteúdo deve provocar simpatia e identificação nos espectadores, potenciais consumidores, que preferem assistir uma publicidade interessante e bem elaborada, pois acaba sendo mais sutil em comparação aos banners, pop ups e spams. Para causar um bom efeito, é necessário investir na produção desses vídeos, senão, eles poderão ter efeito contrário, trazendo publicidade negativa para o negócio.

Entre exemplos dos vídeos virais mais conhecidos da Internet estão: a propaganda da marca de carros da Nissan, intitulada Pôneis Malditos, que em menos de uma semana ultrapassou a fronteira de 5 milhões de visualizações; a emocional campanha da Dove sobre retratos da beleza feminina com cerca de 4 milhões de compartilhamentos nas redes sociais, o curta metragem da Vivo, edição Dia dos Namorados, utilizando a conhecida música Eduardo e Mônica, da banda Legião Urbana, emocionou milhares de pessoas e fez com que a página da operadora no Facebook saltasse, em poucos dias, de 8.300 para 13.356 fãs.

Esses, entre outros vídeos, são bons exemplos de como o marketing viral, se bem utilizado, pode fazer com que uma marca ou produto se torne popular na Internet, via redes sociais, que é o local onde milhões de usuários e consumidores em potencial se encontram. Assim, essa estratégia de marketing se posiciona como uma tendência na comunicação digital que tem tudo para provar que veio para ficar.

23 agosto 2017