Quer mudar de emprego? A Convictiva dá dicas de como se sair bem

Todo início de ano o ritual se repete: muitos projetos, promessas e novas perspectivas para o ano que se inicia. É mesmo hora de avaliar o ano que passou e se achar que precisa mudar o rumo da direção, planejar essas mudanças. Para quem decidiu que é hora de trocar de emprego e dar uma guinada na carreira, aí vão algumas dicas. Segundo especialistas, o primeiro passo é ter foco, ou seja, saber o quer e onde gostaria de trabalhar e a partir de então traçar uma meta com calma e começar a busca por uma nova recolocação.

Nesse momento é importante fazer uma avaliação do atual emprego e colocar na balança se vale realmente à pena sair de onde está. Os benefícios que estão por trás do salário, como vale-transporte, vale-refeição, auxílio-creche e outras gratificações devem ser levados em conta na hora da decisão, assim como o ambiente de trabalho. Lembre-se que passamos mais tempo no trabalho do que em nossa própria casa, portanto as escolhas não devem ser feitas impulsivamente.

Analisados todos estes aspectos, se chegar à conclusão de que é realmente hora de levantar novo vôo, atenção ao segundo passo, que é a melhor forma de conseguir um novo emprego: acionar a rede de relacionamentos, na linguagem corporativa fazer networking. Chegou a hora de ligar para aquela pessoa que trabalha na área desejada, pedir uma “mãozinha” e não deixar de enviar o currículo. Outro caminho é procurar headhunters, profissionais especializados em caçar talentos no mercado. É importante ainda se cadastrar em sites de vagas e nas empresas onde gostaria de trabalhar e nesse momento é válido até mesmo usar as redes de relacionamentos na busca por novas oportunidades.

Já na entrevista de emprego, é importante mostrar flexibilidade. Saber o que quer e deixar isso claro ao recrutador não deve excluir outras possibilidades, como trabalhar em uma área diferente daquela pretendida. Essa atitude demonstra maturidade e interesse em outras atividades e funções, além de reduzir as expectativas em relação ao objetivo traçado inicialmente. E finalmente, algo muito importante: não desistir no primeiro não. Boa sorte!

3 dezembro 2017