Procuram-se profissionais “verdes”

Empresas buscam cada vez mais profissionais especializados em sustentabilidade

É tempo de mudar, de racionalizar, de reciclar, reusar e recriar. Nos dias de hoje a palavra de ordem das empresas é a sustentabilidade. Só que essa mudança de paradigmas está sendo focada não somente em atitudes tomadas pela própria organização, mas também na busca cada vez maior por “talentos verdes”.

Ser uma empresa sustentável no mercado atual está na agenda de praticamente todas as organizações, isso porque a valorização ao meio em que se vive vêm sendo cobrado radicalmente por grande parte da população. Mas se você acha que essa atitude está relacionada à apenas atitudes realizadas pelas empresas, está muito enganado, pois essa preocupação agora se estende aos colaboradores.

Se antes os gestores valorizavam os profissionais por seus talentos voltados as especializações, atribuições como responsabilidade ou fazer bem uso das tecnologias, hoje esse paradigma é voltado para a sustentabilidade. Profissionais que oferecem conhecimentos sobre ações sustentáveis têm sido os mais valorizados pelas empresas atualmente, pois estes já tem como bagagem cultural a importância que essas ações promovem tanto para vida particular como para a relação da empresa com seu público alvo.

Porém, como obter conhecimentos sobre um assunto que não exige treinamento específico? A regra para conseguir o melhor desenvolvimento e informação sobre sustentabilidade não é das mais difíceis, o profissional precisa primeiramente estar disposto a mudar os seus hábitos e principalmente a sua mentalidade. Aprender o básico cumpre uma primeira e importante etapa da nova educação ambiental.

Outro fator importante é que as empresas engajadas na sustentabilidade precisam incorporar essa metodologia em seu cotidiano, e para isso, é preciso que ela contextualize com novas técnicas e processos de aprendizado as diretrizes socioambientais da organização, para cada um dos seus funcionários. Além disso, é necessário salientar que as empresas precisam educar seus colaboradores através de programas de conscientização e cursos voltados para o tema. Em contrapartida, os profissionais que buscam crescimento na carreira devem buscar também o aperfeiçoamento profissional nessa área de sustentabilidade.

Fica claro assim, a importância da sustentabilidade fazer parte da formação dos profissionais, independente da área que ele atue, até porque temas socioambientais já fazem parte do planejamento estratégico de diversas organizações no mundo. Porém, isso precisa ser uma via de mão dupla: as empresas auxiliam seus funcionários sobre suas diretrizes socioambientais e os profissionais buscam aperfeiçoar seus conhecimentos sobre o tema, mudando os seus hábitos e mentalmente.

 

– Facebook: www.facebook.com/convictiva
– Twitter: twitter.com/convictiva
– Site: www.convictiva.com.br
– Telefone (21) 3549-3633

15 julho 2017