O que é Comunicação Assertiva e qual sua importância?

O que é Comunicação Assertiva e qual sua importância?

Uma comunicação eficiente é elemento chave das relações profissionais. Tanto entre colegas, líderes e suas equipes, como entre marca e clientes. O que define uma comunicação eficiente? Ela acontece quando o receptor e o emissor estão na mesma página, quando a mensagem é entendida com clareza e eficácia. Para isso, a Comunicação Assertiva é uma habilidade importantíssima de se ter.

Cada vez mais valorizada no mercado de trabalho, a habilidade de se comunicar com clareza é uma das soft skills (competências não relacionadas com capacidade técnica) mais importantes a serem desenvolvidas. E ela pode ser praticada tanto quanto qualquer outra habilidade técnica, apesar de alguns terem mais facilidade que outros. Existem alguns estilos de comunicação que ajudam a se fazer entender de uma forma mais clara e ao mesmo tempo empática, e nisso entra a Comunicação Assertiva.

O que é Comunicação Assertiva

Na Comunicação Assertiva, o ponto principal é dizer o que se tem que dizer, ou seja, defender um ponto de vista específico. Sempre mantendo o respeito mútuo. É um estilo de comunicação eficaz e diplomático, baseado no equilíbrio.

Ela requer segurança individual nos seus valores e crenças, ao mesmo tempo que respeito aos do próximo. Só assim, é possível ser franco e claro sobre suas necessidades e desejos, de modo que o receptor capte a mensagem, mas sempre levando em conta as necessidades e desejos dele também, para que se entendam. Assim, prova seu ponto de maneira justa, firme e com empatia.

Benefícios da Comunicação Assertiva no trabalho

No ambiente de trabalho, especificamente, é fundamental que todas as partes trabalhem em harmonia e se entendam. Isso às vezes é difiícil, pois é um espaço que compreende pessoas diferentes, com habilidades e características diferentes, mas que precisam trabalhar juntas em sinergia por um objetivo único.

Falhas na comunicação podem colocar em risco a produtividade no trabalho, comprometendo os resultados da empresa e gerando perda de tempo e recursos, além de crises desnecessárias.

Dessa forma então, a Comunicação Assertiva auxilia em todos os espaços corporativos, sendo especialmente interessante para as lideranças. Ajuda a criar um ambiente empresarial equilibrado, onde os colaboradores sentem que suas necessidades são levadas em consideração e entendem as suas demandas.

Veja mais sobre Comunicação Não Violenta no trabalho

Assertividade x Passividade x Agressividade

Muitas vezes, as pessoas confundem assertividade com agressividade. Isso não poderia ser mais longe da verdade! Quando alguém tenta ser mais assertivo sem refletir sobre, a comunicação pode transparecer uma rispidez e grosseria desnecessárias na hora de provar um ponto. O que, como já explicamos antes, está longe de ser assertividade. Quando você se comunica de maneira agressiva, sua mensagem pode ser perdida uma vez que o receptor foca na reação ao invés da assimilação.

Já a passividade está do outro lado do espectro, onde as pessoas aceitam qualquer coisa por medo generalizado de conflitos. Uma comunicação passiva não se faz entender, é vaga e sem comprometimento. Assim, passa a ideia de que suas necessidades e desejos não são importantes. Pode gerar nas pessoas sentimentos de ressentimento, estresse, raiva acumulada, entre outros.

A assertividade se encontra no equilíbrio entre esses dois.

Agressividade x Assertividade x Passividade

Como aplicar a Comunicação Assertiva

Já vimos que uma comunicação mais assertiva é fundamental nas relações. Agora, como aplicá-la na prática? Exige treinamento e costume, porque geralmente temos tendências a sermos mais passivos ou mais agressivos na nossa comunicação. Mas só de identificarmos que precisamos nos esforçar para uma comunicação mais eficaz já é o primeiro passo. Separamos então algumas dicas que podem ajudar nessa trajetória:

  1. Valorize seus desejos e necessidades

    Autoconfiança é a base para a assertividade! Para ser assertivo, você precisa ter boa compreensão de si mesmo, assim como noção do valor que você tem para garantir que suas necessidades sejam atendidas.

  2. Aprenda a dizer não

    Pode ser difícil, principalmente quando se tem tendências a uma comunicação mais passiva e medo de conflitos. Mas é, muitas vezes, necessário. Não quer dizer que você não gosta de ajudar o próximo ou ser útil, mas trata-se de conhecer seus próprios limites e saber até onde pode ir de modo que suas habilidades sejam melhor exploradas.

  3. Entenda que não pode controlar o comportamento dos outros

    Você é responsável apenas por seu próprio comportamento. Nem sempre todos vão responder bem a sua assertividade, principalmente se seu receptor tiver um comportamento agressivo. Faça seu melhor para permanecer calmo e respeitoso, sempre.

  4. Esteja atento à comunicação não-verbal

    Comunicação não-verbal é grande parte da comunicação interpessoal, e na Comunicação Assertiva não é diferente. O verbal e o não-verbal têm que andar juntos, de forma que mantenha uma postura assertiva, olho no olho, tom de voz firme, e linguagem corporal de forma geral que indique confiança.

  5. Desenvolva habilidades de inteligência emocional

    Como falamos, assertividade também é sobre saber lidar com as emoções. Para isso, desenvolver habilidades de inteligência emocional se torna fundamental. Saber lidar com as próprias emoções ajuda na construção de relacionamentos saudáveis e construtivos, inclusive no meio corporativo, colaborando para um trabalho harmônico entre colegas, líderes e liderados.

 

Veja mais sobre empatia e atuação profissional

Veja a importância de um ambiente diverso no trabalho

2 dezembro 2020