Marketing de Influência: como funciona?

Marketing de Influência: como funciona?

Influenciadores digitais explodiram em todas as redes sociais nos últimos anos. Eles estão no Twitter, Instagram, TikTok, YouTube, LinkedIn… Hoje, temos desde os microinfluenciadores, com alguns milhares de seguidores, até os gigantes com seus milhões de fãs. Formadores de opinião sempre existiram, pessoas que tinham grande visibilidade e reconhecimento no seu nicho e grande poder de influência. Mas nas redes, esse fenômeno é potencializado a níveis nunca antes vistos. Não é de hoje que as marcas enxergam o potencial desse mercado, que hoje movimenta muito dinheiro tanto para os influencers quanto para as marcas. É o chamado Marketing de Influência, que hoje faz toda a diferença para grandes e pequenas empresas.

O que é Marketing de Influência

Marketing de Influência, ou Influencer Marketing em inglês, é uma estratégia de marketing aplicado no mercado de influenciadores digitais. Basicamente, funciona atráves de contratos e parcerias firmados entre empresas e influenciadores que, através do seu grande poder de influência sobre seu público mais engajado, são capazes de converter ótimos resultados para as marcas parceiras.

Os influenciadores digitais costumam ter uma relação estreita com seu público, passando mais verdade do que celebridades que o público só vê na TV ou na internet com fotos superproduzidas. É comum que os influencers mostrem seu dia-a-dia, seus perrengues, suas conquistas. Também é comum que tentem estabelecer um diálogo mais direto, interagindo sempre com seus seguidores, respondendo perguntas, pedindo feedback. Perguntas como “O que vocês gostariam que eu trouxesse pra cá?” ou “Gostaram desse formato?” são típicas. Por esses e outros fatores, os influenciadores conseguem influenciar melhor nas decisões de compra do seu público.

Isso porque, quando vamos fazer uma compra, costumamos pesquisar em sites, fontes confiáveis e conhecidos antes da decisão. Se você está em dúvida entre dois produtos semelhantes, e descobre que uma amiga próxima é muito fã de um deles, as chances de você ir na indicação da sua amiga é grande. Se, ao invés de uma amiga, for uma influencer que você gosta muito, provavelmente vai confiar na indicação dela também.

São essas as expectativas do Marketing de Influência, pelo menos, e os números só comprovam isso. De acordo com pesquisa da Shareablee de 2018, por exemplo, 48% das pessoas entre 18 a 24 anos já compraram produtos por recomendação de influencers.

Levando em conta as possibilidades que essa estratégia de marketing tem a oferecer a marcas de todos os tamanhos, como na prática podemos aplicá-la?

Como aplicar o Marketing de Influência

  1. Mapeamento do mercado

    Antes de pular direto para parcerias com influenciadores aleatórios, é necessário fazer um planejamento e um estudo do mercado da sua marca. Qual é o nicho? Existem influenciadores nesse nicho? Como a sua persona consome conteúdo de influenciadores? Tudo isso para saber se vale a pena investir em Marketing de Influência e, se sim, o que esperar dessa estratégia.

  2. Orçamento

    Muitas pessoas têm a impressão de que Marketing de Influência é só mandar um mimo para uma influencer famosa para ela fazer um story. Tanto influencers iniciantes como pequenas marcas caem nessa, mas não é bem assim. É uma transação profissional, ou seja, precisa ser formalizada através de contrato e envolve dinheiro. Aí entramos nesse tópico, quanto dinheiro você tem para investir em uma influencer? Muitas cobram milhares e milhares de reais por uma publi, e é necessário investir inteligente para obter os resultados esperados.

  3. Escolher os influencers certos

    Seguidor não se iguala a engajamento! Uma influencer pode ter 100 mil seguidores, sendo que ativos mesmo são só mil. Isso porque é muito comum, infelizmente, a prática de compra de seguidores nas redes, principalmente no Instagram. Por isso, é importante que os influenciadores tenham um media kit organizado, mostrando para as marcas realmente como funciona o engajamento do seu público. Além disso, mesmo que tenha um ótimo engajamento, tem que compreender clientes em potencial da sua marca. Se é uma marca de produtos de skin care, que invista em influencers do nicho de beleza, por exemplo.

  4. Planejar ações junto aos influenciadores

    Depois de acordado com o influenciador, é legal que o planejamento seja feito em conjunto. Afinal, ele conhece melhor o público dele, e você conhece melhor seu produto e suas expectativas com a parceria.

  5. Analisar resultados

    Passo fundamental em qualquer estratégia de marketing, e nessa não seria diferente. Aqui, tem algumas métricas necessárias para entender se a estratégia foi efetiva. É importante ter em mente o Retorno sobre o Investimento (ROI), a taxa de conversão, bem como número de novos visitantes no site, novos seguidores, quantidade de cupons utilizados, etc.

 

Aprenda tudo sobre Marketing de Comunidades Digitais

Veja as principais tendências do Marketing Digital no pós-pandemia

Saiba mais sobre presença digital e influencers na pandemia

 

30 novembro 2020