Comunicação: “Deixe que digam. Que pensem. Que falem”. Mas não deixe isso prá lá!


Desde os tempos primórdios, entre 500.00 A.C e 18.000 A.C, quando os homens começaram a viver em sociedade, eles puderam perceber a importância da comunicação como forma de expressão, criando assim, gestos, sons, desenhos e desenvolvendo posteriormente a fala e a escrita, tudo para conseguirem compreender e ser compreendido. Com os passar dos anos, a comunicação passou a ter um papel fundamental dentro da sociedade, mas principalmente, dentro das organizações.

A comunicação é, de fato, um dos mais relevantes fatores para o sucesso de uma empresa, visto que, uma organização é constituída de uma rede de pessoas, que precisam se relacionar e interar entre si e, com a própria instituição, afinal, comunicar é compartilhar. Entretanto, hoje, o ato de comunicar não está ligado somente ao fato de transmitir uma mensagem, mas de interagir e trocar informações com os diferentes públicos.

Sendo assim, a comunicação dentro de uma organização não pode ser trabalhada, na íntegra, conforme a letra da música do cantor brasileiro, Jair Rodrigues, que foi regravada pelo cantor e compositor, Lulu Santos, onde a expressão é: “Deixe que digam. Que pensem. Que falem. Deixe isso prá lá. Vem pra cá…”, pois, é importante que a comunicação exista, mas é primordial é que ela seja forte e, principalmente, levada muito a sério pelos gestores.

Segundo pesquisa da Revista Valor Setorial – Comunicação Corporativa (edição especial do Valor Econômico), a Comunicação Empresarial está colocada como uma área estratégica dentro das organizações, ocupando, em 2012, 68% dos cargos de gerência e diretoria e com investimentos próximos a 10%. Ou seja, apesar das empresas enxergarem e utilizarem a comunicação como estratégia, à maioria ainda não a vislumbra desta forma.

E apesar de alguns empresários darem pouca importância as formas de comunicação realizadas pela empresa, é preciso que eles entendam que, hoje, a área de comunicação, representa um papel central dentro da corporação, sendo esta primordial e essencial para o sucesso da organização. Atualmente, as empresas vêm enfrentando um mercado muito dinâmico e competitivo, com mudanças contínuas e inovações constantes, assim, além de um bom produto ou serviço e, para manter o público interno ciente do que ocorre na empresa, é necessário que haja uma excelente comunicação. Pois, como dizia um dos maiores comunicadores de rádio e televisão do Brasil, José Abelardo Barbosa, o Chacrinha, “quem não se comunica se trumbica”.

Assim, não caia no erro deixando a comunicação ‘pra lá’, para segundo plano. Pois, a comunicação hoje é uma ferramenta básica e primordial para o funcionamento da organização, seja no âmbito interno com seus colaboradores, ou na relação externa com os clientes. Somente as empresas que colocam a comunicação como um dos pilares do seu funcionamento, conseguem se diferenciar no feroz e competitivo mundo dos negócios. Quer um excelente trabalho de comunicação? Conheça então a Convictiva Comunicação, que trabalha há mais de 20 anos, em busca do melhor relacionamento e credibilidade entre as empresas e seus públicos.

1 janeiro 2017