Comportamento na festa de fim de ano da empresa pode colocar emprego em risco

Com a chegada do final de ano, chegam também os festejos corporativos, afinal é um período de festas e alegria em que todos querem comemorar e deixar as tensões de lado.

No trabalho, é fundamental para uma melhor interação entre os empregados ter uma festa de fim de ano. Porém, o comportamento dos funcionários pode até colocar seus empregos em risco. Tudo porque, muitos esquecem que o evento é corporativo e acabam exagerando nas gafes cometidas.

É preciso muita atenção nas festas de trabalho, pois mesmo sendo um momento de descontração, diretores e superiores estão no mesmo ambiente que os funcionários e, estes, jamais devem esquecer a sua posição na empresa e nem exagerar na bebida alcoólica ou nas brincadeiras.

Existem equívocos que podem acabar com a reputação de um funcionário comum ou de diretores. Esses erros vão desde sua vestimenta escolhida para a festa, tom de voz e até sua maneira de tratar os outros colegas.

Não se deve esquecer que as festas de confraternização de fim de ano nas empresas são extensões do ambiente de trabalho. Desta forma, é importante não exagerar em nada, pois até neste momento os funcionários estão sendo avaliados.

Além disso, as gafes que os funcionários podem cometer nessas festividades não são tão facilmente esquecidas e, dificilmente, têm conserto. Por isso, uma simples bebedeira ou uma cantada na colega casada poderá fazer com que promoções ou aumentos salariais sejam repensados.

Então, se os funcionários seguirem apenas algumas regras básicas de comportamento social, não cometerão gafes que poderão, futuramente, comprometer sua imagem e, até mesmo, custar o seu emprego.

A dica é comemorar com moderação e bom senso, além de aproveitar a festa para conhecer melhor os colegas de trabalho e interagir.

Boas Festas!!!

 

12 dezembro 2017